Resenha de Tinta: Irmãos de Sangue - Trilogia A Sina do Sete - Livro 01

PARCERIA ARQUEIRO


Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
N° de páginas: 288
Ano: 2017

Sinopse: A misteriosa Pedra Pagã sempre foi um local proibido na floresta Hawkins. Por isso mesmo, é o lugar ideal para três garotos de 10 anos acamparem escondidos e firmarem um pacto de irmandade. O que Caleb, Fox e Gage não imaginavam é que ganhariam poderes sobrenaturais e libertariam uma força demoníaca.
Desde então, a cada sete anos, a partir do sétimo dia do sétimo mês, acontecimentos estranhos ocorrem em Hawkins Hollow. No período de uma semana, famílias são destruídas e amigos se voltam uns contra os outros em meio a um inferno na Terra. 
Vinte e um anos depois do pacto, a repórter Quinn Black chega à cidade para pesquisar sobre o estranho fenômeno e, com sua aguçada sensibilidade, logo sente o mal que vive ali. À medida que o tempo passa, Caleb e ela veem seus destinos se unirem por um desejo incontrolável enquanto percebem a agitação das trevas crescer com o potencial de destruir a cidade.
Em Irmãos de Sangue, Nora Roberts mostra uma nova faceta como escritora, dando início a uma trilogia arrebatadora em que o amor é a força necessária para vencer os sombrios obstáculos de um lugar dominado pelo mal.



Resenha: A Arqueiro me fez retornar à uma autora que há séculos não lia, Nora Roberts. Que ela é maravilhosa e tem milhares de fãs, isso não dá pra negar mas nunca fui verdadeiramente arrebatada pelos seus livros e infelizmente isso ainda não mudou.
A história se passa na cidadezinha Hawkins Hollow, codinome fim-do-mundo. Lá que os três amigos Caleb, Gage e Fox nasceram (exatamente no mesmo dia e hora) e cresceram inseparáveis.
No seu décimo aniversário, decidem radicalizar. Vão passar a noite na floresta Hawkins e conhecer a Pedra Pagã, que é proibida para todos. Lá, exatamente a meia-noite, fazem um pacto de sangue (coisa super normal para crianças de 10 anos, né?) e conseguem libertar uma criatura maligna. Que jeito massa de comemorar um aniversário!! Saca só o discurso dessas crianças pra fazer o pacto:
Nós nascemos dez anos atrás, na mesma noite, na mesma hora, no mesmo ano. Somos irmãos. Na Pedra Pagã juramos lealdade, verdade e fraternidade. Misturamos aqui nosso sangue. Três em um e um em três. Irmãos em espírito e mente. Irmãos de sangue para todo o sempre.

Suuuuuper normal, né?!!

A partir desse episódio, a cidade é marcada por acontecimentos terríveis que se repetem a cada 7 anos.
Depois de vinte e um anos e 3 séries inexplicáveis de caos e terror na cidade, Quinn Black, repórter do sobrenatural, decide investigar e escrever a respeito de tais fatos, a fim de esclarecer se realmente há algo paranormal na cidade ou se é só invenção pra atrair turistas. Junto a ela, vem também Cybil, sua pesquisadora porraloka e Layla, que inexplicavelmente largou toda sua vida em Nova York e partiu para essa cidade, mesmo sem conhecer ninguém por lá.
Depois de uma "coincidência" após outra, o trio masculino se junta ao trio feminino para se protegerem e ao mesmo tempo, combaterem essa força maligna que só piora.
O romance previsível toma conta de boa parte da história; como não poderia deixar de ser, afinal a Nora é uma romancista. Em contrapartida, achei as partes de terror e suspense bem convincentes e até um pouco assustadoras. Há uma veia de terror cheia de potencial ali, espero que seja melhor explorada nos próximos livros.
No decorrer da história, alguns fatos ficam completamente sem explicação ou eu que fui tapada e não entendi. Tipo, tudo bem os meninos terem algumas habilidades sobrenaturais, afinal eles foram expostos ao demônio naquele pacto que eu contei, mas e as meninas? De onde veio?
Sabemos que ainda teremos mais dois livros, mas sinceramente achei tudo muito superficial. Não me marcou como um livro de terror da Nora Roberts (como tentaram vender), está mais para um romance com algum drama e um leve toque de suspense. Claro que vou continuar lendo a trilogia e espero mudar de ideia até o final. Vocês sabem que eu amo um terrorzinho, né?! Hehehe
Falando um pouquinho da Arqueiro, que capa linda hein? Amei! 😍 Só faltou ser capa dura pra ficar perfeita!!
Enfim, para não criar atrito com os Noramaníacos, não vou dizer que não curti mas que acredito sim, no potencial da Nora, afinal ela é a Nora Roberts, não é?! Por isso, indico a leitura mas assim como eu, guardem suas expectativas para os próximos volumes.

Obrigada pela visita e deixem comentárioooosss!! 

Beijocas da Lana!




Um comentário

  1. Mesmo tendo medo de livros desse gênero, ainda mais com demônios ( kkkk ), confesso que essa resenha me encheu os olhos :D, acho que vou colocar na minha lista! rsrsrs
    Amei a resenha...Bjooosss

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo comentário!