Resenha de Tinta: A cabana



  PARCERIA ARQUEIRO

Autor: Willian P. Young
N° de páginas: 248
Ano: 2017



Sinopse: Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, A cabana se revelou um desses livros raros que, a partir do entusiasmo e da indicação dos leitores, se tornam um fenômeno de público – com quase 20 milhões de exemplares vendidos no mundo – e de imprensa.

Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa velha cabana.
Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à cabana onde acontecera a tragédia.
Apesar de desconfiado, ele vai ao local numa tarde de inverno e adentra passo a passo o cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre.
Em um mundo cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento?
As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de maneira tão profunda quanto transformaram a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama.


Resenha: Quem nunca se perguntou "Por que Deus fez isso?" ou "Por que Deus permitiu que isso acontecesse?" ou "Será que Deus realmente me ama?". Todas essas questões se passavam pela mente de Mack. Após tragicamente perder sua filha caçula Missy, Mack não soube reagir à enxurrada de culpa e tristeza que o assolou.
Quando se deixou abater pela Grande Tristeza, Mack se afastou quase que totalmente de Deus. Suas idas à igreja aos domingos não eram o suficiente para que a sua fé não fosse atingida.
Há ocasiões em que optamos por acreditar em algo que normalmente seria considerado absolutamente irracional. Isso não significa que seja mesmo irracional, mas certamente não é racional. Talvez exista a suprarracionalidade: a razão além das definições normais dos fatos ou da lógica baseada em dados. Algo que só faz sentido se você puder ver uma imagem maior da realidade. Talvez aí que a fé se encaixe.
Após receber um convite misterioso, assinado por Deus, para retornar à Cabana onde encontraram os vestígios da morte de Missy, a dúvida e o temor de que fosse uma brincadeira de grande mau gosto tomou conta de si, porém dominado pela curiosidade, decidiu ir. Sozinho, como exigia o convite.
Depois do choque inicial de retornar ao lugar que marcava tamanha dor, Mack é tomado por toda a raiva e amargura que emana da Cabana. Exausto, adormece ou não, (isso não fica muito explícito) e aí tudo é modificado.
"Ao despertar", Mack não reconhece o lugar onde está, a Cabana antes abandonada e em ruínas, agora está totalmente restaurada com jardins floridíssimos e habitada por ninguém menos que Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo, todos em forma humana e extraordinária. Deus é uma mulher negra, gorda e sarcástica. Jesus Cristo é um homem de feições judias, é o nosso JC de amor e ao mesmo tempo parceiro de brincadeiras, o Espírito Santo ou Sarayu é uma mulher oriental, misteriosa e maravilhosamente envolvente, que nos comove toda vez que aparece. Que privilégio, não é mesmo?!
Contudo, não é assim que Mack se sente, primeiramente ele é tomado pelo ceticismo, em seguida a desconfiança se transforma em raiva, revolta e por fim na crença. Isso tudo num fim-de semana.
A graça não depende da existência do sofrimento, mas onde há sofrimento você encontrará a graça de inúmeras maneiras. 
É particularmente difícil pra mim ter que falar sobre essa história. Me identifiquei com a Grande Tristeza sofrida pelo personagem e com toda a revolta que isso acarretou. Fortalecer uma comunhão com um Deus que permitiu tão grande sofrimento, demanda tempo, paciência e confiança. E pra isso, Deus tem uma resposta:
Meus propósitos são sempre e somente uma expressão de amor. Eu me proponho a trabalhar a vida a partir da morte, a trazer a liberdade de dentro do que está partido, a transformar a escuridão em luz. O que você vê como caos eu vejo como desdobramento.
O livro A cabana veio para desfazer os paradigmas da imagem que naturalmente temos de Deus e da Santíssima Trindade. Veio para nos revelar que por trás de cada ação, há uma reação muitas vezes divina que sempre vem para o nosso bem. O amor de Deus é algo tão grande e perfeito, que mesmo com nossas falhas humanas, Ele sempre se mostra grandioso em amor e misericórdia com seus filhos.

Esta edição especial tem uma capa bem linda com os atores Sam Worthington como Mack e Octavia Spencer como Deus (Papai), diagramação impecável e ainda inclui um texto inédito do autor, relembrando os 10 anos de sucesso que marcaram a trajetória do livro, contando detalhes da gravação do filme. Além disso, traz um caderno de fotos com cenas da adaptação da história para as telas do cinema. Confiram o trailer:


Muito emocionante, não precisa ser religioso para ser tocado, basta saber e confiar que você é infinitamente amado.
Indico, indico e indico!!!
Obrigada pela visita, beijos!!




Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário!